Mestrado Em Artes Em Comunicação Profissional, Victoria, Canadá 2018 : Profissionalização, Sucessão E Conflitos

A sobrevivência é hoje uma das maiores preocupações dos dirigentes de empresas familiares, em especial dos dirigentes das firmas de pequeno porte. Para este setor pode-se ver que inúmeras empresas enfrentam problemas operacionais ou estratégicos, ou seja, dificuldades relacionadas à inadequação, tal pela utilização quanto na escolha dos recursos acessíveis pro alcance de diferenciais de mercado. Dentre estes problemas a dúvida da sucessão é importantíssima e tem uma localização ambígua, porque nessa fase as organizações conseguem encerrar tuas atividades ou até já caminharem pra um novo nascimento. Aliada ao defeito da ausência de profissionalização, que atinge cerca de 80% das corporações desse segmento da economia.

A corporação familiar, atualmente representa uma fração significativa no conjunto das organizações privadas existentes no estado e no mundo, onde pesquisas mais conservadoras sinalizam pro percentual de 75% por volta de em termos mundiais. Seus dificuldades são muito populares: dificuldades pra transferência do comando (sucessão) e a falta de profissionalização. Pela tentativa de direcionar a empresa familiar pro teu prolongamento, apresentam-se 2 instrumentos básicos de gestão: programa de profissionalização e planejamento da sucessão. O primeiro é a profissionalização, a qual podes-se perceber em teu significado mais amplo como uma administração onde a domínio está separada da gestão, quer dizer, família é família e empresa é organização.

Advertisement

É claro que a profissionalização na prática, não quer dizer substituição total dos parentes por pessoas de fora, pois que são capazes de existir membros da família que sejam qualificados e competentes pro exercício da gerência. Neste significado o trajeto é marcar os regulamentos de ingresso e permanência na corporação e a partir disto escolher as pessoas. Outra charada a ser resolvida é a estruturação formal da empresa, uma vez que em várias ocorrências a “bagunça organizacional” neste momento tomou conta, dificultando assim sendo o funcionamento das atividades da firma.

O segundo aparelho é o planejamento da sucessão empresarial. Turismo : Salários E Mercado escolha do substituto tem que ser orientada por critérios claros e apoiada na família. Dependendo do caso outros agentes conseguem participar indiretamente pela possibilidade, como clientes ou fornecedores. Esta ocorrência vai estar relacionada ao tipo de interferência destes agentes pela atuação da firma. Para minimizar os pontos críticos, a sucessão tem que ser planejada desde o começo da organização, sendo muito interessante que o próprio empresário - fundador ajude a coordenar e planejar o programa de ação. Esses instrumentos são capazes de estar planejados e organizados, contudo se as pessoas não colaborarem, tudo não passará de uma relação de desejos.

  • Gislene Razini doze de abril de 2016 às 10:02
  • Você tem que saber onde está e aonde vai
  • FOLHA DE RESPOSTAS
  • 43 - Alison
  • Quais características necessárias
  • Organizar o mural das responsabilidades
  • Implemente sua identidade visual
  • Posso ingressar em um curso de outro Estado com a nota do Enem

Conflitos entre sócios, parentes e funcionários são constantes, contudo apesar da dificuldade em reduzí-los inteiramente, esses devem ser gerenciados. Além dos conflitos existentes entre o fundador e seus funcionários, existem aqueles resultantes da conexão entre os participantes da família (mesmo os que não trabalham) e a organização. Armando Lourenzo: Doutor em Administração (Governança pela corporação familiar) e Mestre em Administração de Recursos Humanos (Sucessão e Profissionalização de corporações familiares) na FEA/USP. Professor do MBA em Gestão Empresarial da FIA e da USP (Esalq).

Advertisement

Por Que O Barato Podes Custar Caro Pro Seu Negócio da Faculdade de Administração de Corporações de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. Diretor da Ernst Young University. Pesquisador. Palestrante em eventos internacionais e nacionais. Autor dos livros Corporação Familiar: um sonho atingido (Saraiva), Bastidores da organização familiar (Atlas) e de numerosos postagens no setor de negócios. Alegria em contar com o artigo do Prof. Armando Lourenzo. As ↑ «Estatuto Da Ordem Dos Engenheiros» mais de 95% das nossas corporações e as pesquisas mais conservadoras sinalizam que 75% das organizações mundiais são familiares, dada razão o conteúdo Empresas Familiares é de suma credibilidade. Sucesso mestre e muito obrigado.

Share This Story

Get our newsletter